Já pensaste em converter montes de lixo em obras de arte? Artur Bordalo (também conhecido como Bordalo II) já. Depois de percorrer as ruas de Lisboa à procura de detritos como amortecedores estragados, latas incendiadas, pneus e eletrodomésticos, ele reorganiza, pinta e transforma esse lixo em animais coloridos e de grande dimensão. A sua selva urbana não fica restrita a nenhum zoo nem nada. Está exposta em fábricas abandonadas, terminais de contentores ou até nesse edifício mesmo atrás de ti.

“Pertenço a uma geração extremamente consumista, materialista e gananciosa”, explica o artista de 29 anos, no seu site. Mas como diz o ditado, o lixo de um homem é o tesouro de outro. “Crio, recrio, junto e desenvolvo ideias com materiais em fim de vida e tento relacionar isso com a sustentabilidade, ecologia e consciência social”, acrescenta Bordalo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*

19 + 3 =

RESERVE JÁ