Cristiano Ronaldo saltou 2,56 metros para marcar mais um golo espetacular. Talvez se tenha inspirado nos altos picos da sua terra natal. A verdade é que, tal como a performance de CR7, a Madeira oferece paisagens de cortar a respiração.

Pico do Areeiro
Photo by Colin Watts

Subir aos picos mais altos implica ultrapassar o nível das nuvens e entrar na incrívelesfera. A nossa proposta: Faz uma caminhada inesquecível entre os dois picos mais famosos da Madeira: o Pico Ruivo, a 1862 metros de altitude, e o Pico do Areeiro, a 1817 metros. O trilho, identificado como PR1, está bem sinalizado e tem vistas bastante recompensadoras, desde o maciço montanhoso central até ao oceano Atlântico. Passando por veredas, túneis e declives da Área Natura 2000, percorre entre 7 e 8 km, tendo uma duração aproximada de 3 horas e meia.

7 coisas que podes fazer nos picos mais altos da Madeira

Preparar-te fisicamente

O percurso é recomendado apenas a caminhantes em boa forma física com mais de 12 anos. O equipamento necessário inclui calçado apropriado, agasalho, lanternas, água e snacks. Contratar um guia com experiência na área é sempre uma boa opção.

Observar as aves

Podes encontrar espécies raras e outras mais comuns como:

  • Freira da Madeira (Pterodroma madeira)
  • Manta (Buteo buteo)
  • Patagarro (Puffinus puffinus)
  • Canário (Serinus canaria)
  • Corre-caminhos (Anthus berthelotii madeirensis)
  • Andorinha-da-serra (Apus unicolor)
  • Pardal-da-terra (Petronia petronia madeirensis)
  • Tentilhão (Fringilla coelebs madeirensis)
  • Francelho (Falco tinnunculus canariensis)
  • Bisbis (Regulus ignicapillus madeirensis)

Explorar as grutas

Os tufos vulcânicos ao longo do caminho já serviram de abrigo a pastores e gado.

Admirar as formações rochosas

Os formatos curiosos chamam a atenção. Destaque para o Homem em pé na Achada do Teixeira; e para a escada escavada na rocha do Pico das Torres.

Pico Ruivo
Photo by Reieuhu – Unsplash

Conhecer a flora

Vê, cheira, fotografa:

  • Urze da Madeira (Erica madeirensis)
  • Violeta da Madeira (Viola paradoxa)
  • Orquídea das rochas (Orchis scopolorum)
  • Antilídea (Anthyllis lemanniana)

Contemplar os miradouros

Ninho da Manta, Pico do Gato, Pico das Torres e, claro, o Pico do Areeiro com a sua plataforma de vidro sobre o mar. O que conseguimos ver depende muito do estado do tempo: há dias de nevoeiro cerrado, outros em que se avista a Ponta de São Lourenço e Porto Moniz.

Pico do Areeiro

Superar-te

A subida final até ao Pico Ruivo é a mais árdua – mas totalmente recompensadora. É nestas alturas que nos questionamos sobre quem somos, de onde vimos e para onde vamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*

RESERVE JÁ